Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© as Aventuras dos Salvatóre

um arqueólogo casado com uma ficcionista, e uma mãe para os chamar à razão.

© as Aventuras dos Salvatóre

um arqueólogo casado com uma ficcionista, e uma mãe para os chamar à razão.

Qui | 24.06.21

© Moscovo, URSS #6

(capítulos semanais às 5ªfeiras)

Sergey Kandinsky

(continuação #5)

chegou o grande dia, em que Nicole e Ulisses chegavam à estação de St Pancras, também conhecida como a catedral dos comboios. o motorista de Buckingham esperava-os e Rita, Luca e a Madre esperavam Sergey. este ficou num êxtase de comoção pela iniciativa da neta. a jovem explicou que, só após o telefonema, percebeu que o avô não tinha onde dormir e ela tinha um quarto para a família. Luca e Sergey simpatizaram imediatamente um com o outro. a mãe estava pálida e os jovens assustaram-se, mas depressa compreenderam quando o espião não fez por se esconder. disse: Catherine! e beijou-lhe os lábios. a Madre sussurou: pensei que nunca mais te voltava a ver! e abraçaram-se cheios de saudade um do outro. Rita estava tão feliz por a mãe ter um amor que era recíproco. só então percebeu que Ulisses e Nicole olhavam para ela. correu para os ajudar a dialogar com o motorista de Buckingham. o motorista estava a tentar dizer-lhes em russo que os vinha buscar e explicar o que aconteceria de seguida. mas o russo dele tinha pronúncia escocesa. Rita traduziu o que cada um queria dizer ao outro. quando os amigos perceberam que ficariam no palácio, abraçaram a jovem com muita força, de seguida abraçaram o motorista. este tentou descontrair, sabia que com a jovem duquesa tudo era possível. tudo compreendido e partiram os três em direcção a Buckingham. Sergey e Catherine tinham dado as mãos e olhavam-se como se fossem duas crianças numa loja de gulodices, um pouco alheados da vida à sua volta. Rita guiou-os para o banco de trás do automóvel e ela e Luca ficaram no lugar dos adultos, à frente, com uma vontade enorme de rir de alegria. 

(continua)

Qui | 17.06.21

© Moscovo, URSS #5

(capítulos semanais às 5ªfeiras)

Sergey Kandinsky

(continuação #4)

a rainha acedeu ao pedido da prima e enviou de imediato o motorista de Buckingham para conversarem as duas. quando finalmente ficáramos a sós, a jovem contou-lhe tudo o que sabia sobre os pais biológicos e como eles tinham morrido para ela ser livre. a rainha escutou atenta, quando a jovem terminou segurou-lhe nas mãos e disse: eu sei que és adoptada, só com a minha autorização podias ser uma Windsor. conheci a tua mãe e vocês têm imensas semelhanças de personalidade. admiro muito os teus pais e compreendo que a tua vida tem tido demasiadas agruras para alguém tão nova. obrigada pela confiança que demonstraste ao contar-me tudo. em que posso ajudar-te? aí Rita contou o rapto dos amigos e a descoberta de ter um avô. e indaguou se era possível dar abrigo a Nicole e Ulisses, até eles aprenderem a falar inglês. a rainha ficou uns minutos em silêncio, a jovem aguardou calmamente, passando no teste de compostura que a rainha acabara de lhe fazer. por isso, disse-lhe que sim, que os podia empregar no palácio. Rita beijou-lhe as mãos, grata. e, em segredo, prepararam toda a documentação necessária para o motorista de Buckingham os esperar na estação. abraçaram-se cúmplices. Rita voltou para casa e telefonou ao avô e disse-lhe tudo o que tinha ficado resolvido. ele acrescentou que ia acompanhar Nicole e Ulisses na viagem de comboio, como escolta militar, e que gostava de estar com ela durante essa semana. Rita sentiu borboletas no estômago e disse que ele era bem-vindo a casa dela. que depois o convidava para um almoço para também conhecer a Madre e Luca o seu marido.

(continua)

Qui | 10.06.21

© Moscovo, URSS #4

(capítulos semanais às 5ªfeiras)

Sergey Kandinsky

(continuação #3)

Sergey ligou na manhã seguinte, às sete da manhã, Rita riu e lembrou-o que eles tinham uma hora de diferença, em Londres era mais cedo que em Moscovo e, apesar de ela acordar antes do sol nascer, a Madre dormia mais de manhã, o ideal era ele ligar-lhe às nove horas da URSS. ele riu e perguntou se tinha acordado a Madre. a neta disse-lhe que ela já voltara para a cama novamente. o avô perguntou-lhe porque é que se levantava tão cedo, ela explicou-lhe que gosta de correr antes da cidade acordar. Sergey tinha boas notícias, sabia onde tinham Nicole e Ulisses e que seria relativamente facil resgatá-los pois ninguém suportava o secretário, o que tornava bastante simples encontrar aliados. ele tinha lhe ligado tão cedo pois precisava de saber se ela os podia acolher pois eles não sabiam uma palavra de inglês. Rita disse para ele tratar da documentação falsa, eles tinham de mudar de nome, que ela tratava do resto. o avô avisou-a que eles só podiam ir de comboio. as listas das companhias aéreas eram públicas. a jovem anuiu e disse que lhe ligava ao final da tarde. despediram-se e Rita juntou-se ao marido, que estava a fazer o aquecimento no parque em frente de casa. o dia estava peganhento, o suor não evaporava e o corpo mantinha-se sempre húmido. a primeira meia-hora era a mais difícil até se habituarem à morrinha constante. optaram por correr com o mínimo de roupa possível, para o incómodo ser menor, apesar do frio escolheram calções a baixo dos joelhos. correram as habituais duas horas, por percursos novos e inclinados, e antes de voltarem a casa compraram o jornal para a mãe. esta já tinha posto a mesa mas só começou a cozinhar o pequeno-almoço quando eles chegaram, a precisar de um duche quente. enquanto comiam Rita disse que precisava de falar com a rainha, naquele dia sem falta. era um caso de vida ou de morte. a mãe prometeu ligar de seguida para o secretário Real.

(continua)

Qui | 03.06.21

© Moscovo, URSS #3

(capítulos semanais às 5ªfeiras)

Sergey Kandinsky

(continuação #2)

o velho espião disse: vou ver o que consigo saber sobre Nicole e Ulisses, dá-me o teu número de telefone, por favor. mal desligaram a chamada, Rita disse a Luca: vamos correr? o seu amor olhou para ela e disse: creio que o que precisas é de esmurrar o saco de pugilista. a jovem parou para sentir-se e disse: tens toda a razão! mãe, disseram os dois, vamos para o ginásio. e o pequeno-almoço? não podem lutar de estômago vazio! ao menos, comam uma banana! eles concordaram, deixando Catherine mais descansada. por favor, conta-me o que se passa? Rita só foi capaz de dizer: Ulisses e Nicole foram sequestrados e nunca me senti tão impotente. Luca gritou: sequestrados! respirou fundo e perguntou mais calmo: por quem!? penso que pelo secretário e a Mil Caras, disse Rita sem conter as lágrimas. Luca exclamou: vamos esmurrar esse verme! tu no saco de pugilista e eu no saco de velocidade. felizmente o ginásio era à prova de som, pois eles estiveram quase duas horas violentamente entre um saco e o outro. optaram por não lutar pois acabariam por se magoar. os sacos eram o ideal. de repente Luca gritou: estás a sangrar! Rita tentou acalmá-lo dizendo: estou com o período. só então percebeu que tinha estado entre a vida e a morte e Luca estava traumatizado. vou já mudar o tampão! exclamou, vendo-o cada vez mais pálido. queres vir comigo? achou a pergunta louca, mas com sentido naquele cenário. Luca respondeu: sim, por favor. Rita lembrou-se das ecografias que o cirurgião insistira que ela trouxesse pois iriam ser úteis e naquele momento entendeu porquê. disse ao seu amor que tinha uma coisa importante para lhe mostrar e levou-o pela mão até ao quarto. mostrou-lhe as ecografias, esclareceu-lhe todas as dúvidas e sugeriu tomarem o duche juntos. sem pressa Rita deixou Luca constatar que não tinha sido ele a magoá-la e então sim, fizeram amor cheios de saudade.

(continua)